Saúde Fisica-Emocional

Há algum tempo se compreende que mente e corpo é um todo. E, sendo partes integrantes de um SER, é impossível que uma parte sofra alguma alteração sem mexer com a outra. Nossas reações emocionais podem levar a grandes alterações da química corpórea. As emoções são capazes de alterar o equilíbrio endócrino, o fluxo sanguíneo e a pressão; também pode inibir o processo digestivo, alterar a respiração. Quando ficamos triste ou alegre podemos chorar; se tivermos medo, o coração bate mais rápido... Porém, quando mudanças do estado emocional se prolongam por muito tempo acabam levando a alterações que provocam doenças. Não conseguir elaborar frustrações, perdas, situações de estress, mudanças, e outros, poderão refletir em nosso corpo levando ao adoecimento. Acontecimentos importantes na vida sejam bons ou maus, exercem grande influência sobre as funções mente/corpo. Com isto, o adoecer tem influência da personalidade, do histórico de vida e situação atual, ou seja, mesmo com questões diferentes, duas pessoas podem apresentar um mesmo sintoma. Claro que algumas manifestações/doenças são hereditárias, outras são causadas pelo ambiente como intoxicações alimentares, poluição, local de trabalho. Mas mesmo nesses casos, as condições psíquicas influem nas formas que irão ocorrer problemas orgânicos. Nem todas as pessoas frente a uma mesma situação adoecem. É através do autoconhecimento que podemos buscar equilíbrio e bem-estar. Saber lidar com frustrações, aborrecimentos e resolver conflitos inconscientes pode evitar o adoecimento; é saber nossas reações e sentimentos frente às diversas situações e encontrar saídas possíveis e saudáveis. Mesmo quando um tratamento médico se faz necessário precisamos “saber colaborar” para o êxito do tratamento. Nossas emoções se refletem por todo o corpo. Se tivermos uma emoção de prazer, temos a sensação de bem-estar físico e podemos adquirir mais energia, enfrentar as situações e fazer conquistas. Descobrir o motivo de nossos sintomas físicos/emocionais faz parte na busca de uma auto-estima positiva e melhor qualidade de vida, evitando o adoecer, valorizando a saúde.

Autor: Denise F. Tolotti ( Psicóloga )